Menu

Estudante Online

0 Comment

Estudante online

Para quem está entrando na universidade, ou batalhando para entrar, ou já está lá e ainda não se ligou: a vida universitária vai muito além das aulas. Viva essa vida por inteiro. Vamos dar algumas dicas sobre deveres do estudante Online.

estudante online

São quatro anos em média de uma rotina de aulas, trabalhos, provas. Só isso? Pode até parecer muito, mas a universidade pode ser bem mais. Aliás, uma universidade de verdade quer dizer ensino, pesquisa, extensão (programas que integram universidade e comunidade), assistência estudantil, programas de incentivo a cultura… É verdade que muitas hoje em dia passam bem longe disso. Mas outras, em especial as universidades públicas, oferecem um monte de opções para tornar a vida e a formação universitária mais rica.

Por isso, se ligue e viva a universidade por inteiro. Uma parte das instituições já traz no próprio manual do vestibular essas informações, mas é fundamental que o aluno se informe o mais rápido possível nas secretarias dos cursos, ou nas pró-reitorias de assistência ao estudante, principalmente para não perder a oportunidade de se inscrever em algum programa legal.

Veja abaixo alguns dos serviços e programas oferecidos:

Bolsas

Sempre passando por uma seleção, o aluno pode conseguir ajuda financeira para segurar a onda da sobrevivência. Pode ser uma bolsa-trabalho, em que o aluno ganha uma ajuda de custo em troca serviços prestados para a universidade. Na UnB, por exemplo, existe um programa bolsa de treinamento, que permite que o aluno selecionado desenvolva atividades de trabalho dentro da sua área de formação e ao mesmo tempo complemente sua manutenção.

Os estudantes contam também as monitorias, fornecidas em várias disciplinas. Em alguns casos, elas podem ser voluntárias (o que não deixa de ser uma boa experiência também) ou remuneradas, com bolsas. O monitor auxilia em atividades, inclusive na preparação de aulas e trabalhos teóricos ou práticos, orienta pequenos grupos de estudo e atende estudantes. Geralmente os monitores recebem certificados.

As faculdades privadas que oferecem bolsa de estudo a estudantes carentes têm critérios próprios para distribuição, então é sempre bom checar essa informação antes mesmo das provas de vestibular. Algumas oferecem bolsas próprias, além do programa do governo, o Fies.

Bolsas de iniciação científica

A Iniciação Científica tem o objetivo de introduzir os estudantes de graduação na pesquisa científica. O estudante participa dos projetos desenvolvidos por pesquisadores nas áreas de graduação e pós graduação. O valor da bolsa varia de acordo com o programa e agente financiador.
Em linhas gerais, as bolsas são fornecidas pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq), via Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) ou na forma de concessão de quotas individuais em projetos integrados diretamente com os professores contemplados; pela Capes (Capacitação de Pessoal de Ensino Superior), via Programa Especial de Treinamento (PET), com atividades de extensão. Algumas universidades têm ainda programas de bolsas com recursos próprios.

Moradia estudantil

Esse tipo de serviço existe sob diversas formas em muitas universidades públicas. Existem universidades, como a Unicamp, que construíram uma moradia para atender aqueles que estudantes de outra cidade que encontram dificuldades de bancar uma moradia quando entram na universidade. Em outros lugares, as moradias foram adaptadas em imóveis da universidade abandonados ou antigos, depois de uma batalha grande do movimento estudantil. Geralmente acontece uma seleção por critérios socioeconômicos para preencher as vagas existentes.

Alimentação

A maioria das universidades públicas possui um restaurante em que o preço é subsidiado pela instituição. Para aqueles que não podem custear nem essa tarifa, é possível não pagar nada pela alimentação. Essa seleção também é feita sob critérios socioeconômicos. Estudante Online consegue alguns descontos.

Assistência médica

Em várias instituições, os hospitais universitários têm esquema de atendimento especial para os estudantes e em algumas estruturam até um pronto-atendimento para os alunos, como a Universidade de Brasília (UnB), que tem atendimento de primeiros socorros, com uma ambulância, medicamentos e profissionais qualificados – além de fazer exames para habilitar a prática esportiva.

esportes

Esportes

Há aquelas instituições que possuem clubes esportivos próprios, a maioria dentro do próprio campus como a USP e a UFMG, que só exigem que o aluno faça a carteirinha de sócio. Geralmente essas informações já vêm no manual do vestibular. Outra opção é procurar em outros departamentos as aulas esportivas que estão sendo oferecidas, para que você possa praticar com acompanhamento.

Informática

O acesso à Internet é uma das preocupações mais recentes nas universidades. Estudante Online que não tem Internet em casa fique ligado para conseguir um lugar para checar seus e-mails e fazer suas pesquisas. Na USP, por exemplo, existe o programa Pró-aluno, que coloca a disposição dos alunos de graduação recursos de informática, em laboratórios equipados com microcomputadores e impressoras, para a realização de trabalhos escolares. Ao todo, são 42 laboratórios, onde existe sempre um monitor para orientar os estudantes sobre como usar os programas instalados.

Aulas de idiomas

Para quem ainda não teve chance de aprender uma segunda língua, é possível aproveitar o que é oferecido pela universidade. É só conferir as regras de matrícula em outros departamentos – e descolar um curso de primeira na Faculdade de Letras, por exemplo. Isso não serve só para inglês ou francês. Se você entrou em Matemática mas tem uma caída por Biologia…
Em algumas universidades, como a PUC de São Paulo, são oferecidos cursos mais dirigidos (pagos, mas com preço mais maneiro que as escolas de idioma), como conversação em inglês ou francês para pós-graduandos.

Estágios

Procure saber se a sua universidade tem uma central de estágios que organiza as ofertas disponíveis para Estudante Online .
O Serviço de Apoio ao Estudante da Unicamp tem um setor responsável pela divulgação e avaliação de estágios dos alunos da graduação, seja o estágio curricular ou extra­curricular. Mantém contato com as empresas para captação das ofertas de estágio e emprego e centraliza a divulgação destas ofertas na Universidade. Oferece também, em conjunto com o IAESTE (The International Association for the Exchange of Students for Technical Experience), estágio no exterior.

Em outras instituições, existem convênios com universidades no exterior, que permite intercâmbio direto de estudantes. Informe-se sobre o que rola.

Uma ótima opção são as empresas juniores, montadas pelos próprios alunos e que têm vários contratos de prestação de serviços para empresas ou instituições fora da universidade.

cultura

Cultura

Nessa área é importante se informar sobre o que a universidade oferece ao aluno – cursos, seminários, oficinas, coral, eventos culturais (shows, concertos, exposições).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *